Pra que prato principal?

É importante contar pra vocês de onde surgiu a idéia do blog. Não foi do coração e sim do estômago.
Como um bom cozinheiro que ainda pretendo ser, sou primeiramente bom de garfo. Adoro comer, ler sobre comida e ver fotos então nem se fala.

Porém sempre que imaginava falar sobre isso, tinha certeza que não falaria sobre medidas, técnicas ou rendimentos em porções. Falaria sobre sentimento e inspiração.
Essa é minha técnica, o que me dá vontade de tirar mil coisas da geladeira e passar horas ali cortando e preparando tudo até a montagem do prato, pra matar de fome
os amigos e principalmente minha namorada.

Meu fogão vive basicamente quatro tipos de aventuras: aquela de cozinhar para os amigos, com petiscos e bebidas antes do prato esperado, a enorme responsa de
cozinhar pra família, sob supervisão curiosa da minha mãe (minha outra professora de culinária), com mais frequência pra namorada (que também merece um post só
dela) e aquela onde eu posso errar, queimar, ensaiar e comer sem etiqueta, que é quando cozinho só pra mim.

Nessa última, só eu e o bendito fogão, constumam sair as receitas novas, que ainda precisam de um cobaia. Mas mais do que isso, são um momento de relaxamento total,
um hobby e uma paixão. E por isso mesmo, as vezes basta uma boa entrada e uma boa cerveja gelada e uma varanda pra aproveitar essa belezura.

Imagem

Nessa em especial, fiz umas bruschettas, que diga-se de passagem fazem sucesso com a sogra. Bjo pra sogra 😉

– Pão (preferencialmente algum que tenha um miolo mais rígido, tipo pão italiano)
– Tomate italiano sem sementes e cortado em cubinhos
– Queijo (já usei muçarela e parmesão – relaxa que fica ótimo, afinal é QUEIJO)
– Alho, majericão, sal e azeite

Fatias de pão devidamente cortadas, recomendo passar um dente de alho sobre elas ou um cremezinho de alho com manteiga, azeite e ervas que também fica sensacional. Já fiz assando os tomates junto com o pão ou colocando eles sobre o pão depois, bem como o queijo.

Mas então, relaxa que vai dar tudo certo, porque jamais nessa vida, combinar tomate, queijo e manjericão pode dar errado.

Trilha da vez: http://grooveshark.com/s/I+Could+Die+For+You/2VAUon?src=5

Anúncios

2 pensamentos sobre “Pra que prato principal?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s