Risoto funghi com filé alto e redução de malbec

Essa é uma daquelas receitas clássicas de qualquer restaurante que ofereça risotos no menu e sempre pensei em fazê-la em casa. Confesso que é mais simples que imaginei e o sabor é surpreendente. Encontrei um funghi seco no supermercado em um dia de compras para outra receita e guardei para usá-los nesse prato.

DSC03366

O primeiro passo é hidratar os cogumelos, o que pode ser feito com água quente, caldo de legumes ou até o próprio vinho. Nesse caso, usei o caldo de legumes que utilizaria logo depois no risoto. Deixe lá por 20 minutos, retire os cogumelos e incorpore esse líquido novamente ao caldo para realçar ainda mais os sabores.

Na panela: azeite, manteiga e cebola. Assim que a cebola ficar transparente, junte o arroz e deixe fritar um pouco antes de acrescentar o vinho. Geralmente usa-se vinho branco, mas nesse dia resolvi usar um Malbec, pois queria um risoto mais escuro e harmonizado com um filé que ainda estava por vir.

Assim que o vinho evaporar, acrescente os cogumelos e comece a acrescentar o caldo, lembrando de mantê-lo sempre aquecido. Quando o arroz estiver al dente, coloque uma colher de manteiga e parmesão ralado na hora. Verifique o sal e acerte se preciso.

Esse risoto pede um bom filé alto e no ponto certo, bem rosado por dentro ou no meu caso, vermelho sangue… rs.

Um dos meus maiores desafios quando comecei a pilotar o fogão foi fazer várias coisas ao mesmo tempo. Risoto e o filé nesse caso, que são duas coisas que demandam atenção contínua. Porém é importante que os dois fiquem prontos quase juntos. Vamos lá.

Temperei o filé com sal defumado moído na hora e pimenta do reino e levei para grelhar. Por se tratar de um corte alto, precisei finalizá-lo uns minutos no forno, para chegar ao ponto correto. Na mesma frigideira, coloquei uma boa quantidade de vinho, ramos de sálvia e um pouco de mel e deixei reduzir pela metade.

Só montar esse prato lindo e comer Alegre

DSC03365

Anúncios